Plantando “Cadeiras”

No seu tempo livre, o jardineiro britânico Gavin Munro gostava de projetar e construir móveis de restos de madeira. Certa vez, quando se lembrou que sua mãe cultivava um bonsai – que havia crescido demais – em formato de poltrona, ele vislumbrou a possibilidade de fazer as plantas crescerem já nos formatos desejados.

Para Gavin, isso parecia mais fácil e ecológico que plantar uma árvore, esperá-la crescer para então derrubá-la, transformá-la em tábuas e, só aí, produzir móveis. Tudo isso demanda tempo, trabalho e gera desperdício.

Ele passou usar moldes de plástico especialmente desenhados para, por meio de uma série de podas, orientar os galhos a crescerem no formato de cadeiras, mesas, luminárias, etc. Enxertos são responsáveis pelas junções que, segundo o criador, ficam muito mais sólidas do que quando se utilizam pregos ou cola.

Desse modo, os móveis cultivados são mais sólidos, resistentes e duráveis que os convencionais. Além disso, possuem um aspecto único, que remete simbolicamente a uma possibilidade de harmonia entre ser humano e natureza.

Atualmente ele está trabalhando em um campo em Derbyshire, condado da região de Midlands Oriental, na Inglaterra. Lá ele espera colher em breve uma safra com 400 peças entre mesas, cadeiras e luminárias. Veja algumas imagens do incrível trabalho de Gavin Munro abaixo:

chair_111_keyshot_test_1.65

chair_111_keyshot_test_1.67

chair_111_keyshot_test_1.68

IMG_2110

Fg_hexagon_lamp_from_below_LANDSCAPE

Fg_square_lamp_close_up_LANDSCAPE

Fg_nearly_chair_LANDSCAPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *